27/09/2013

One Life, One Choice - Capítulo 27


Lindos!

Capítulo 27
Adivinha Quem Veio Para o Jantar?

Katy – Quem pode ser a esta hora? – ela disse, olhando para o relógio em seu celular – São quase oito e meia! – ela se levantou para atender, mas Demi agarrou na manga de sua blusa.

Demi – Não tia, é melhor não abrir!

Katy – Não Demi, eu preciso... E se for o pai da Selena trazendo notícias sobre o desaparecimento do Nick?

Demetria percebeu que a tia estava certa e seguiu Katheryn Lovato pelo corredor, indo em direção à porta de entrada com Bobby aos seus pés. Através do vidro decorado da porta, elas podiam ver uma sombra – alguém estava esperando nos degraus. Demi arregalou os olhos quando viu sua tia olhar ao redor e pegar um dos livros mais grossos que encontrou.

Katheryn fez uma careta quando viu a expressão de sua sobrinha.

Katy – Caso seja uma visita indesejada, é sempre bom ter algo em mãos... – ela sussurrou – Você nunca pode confiar demais na sorte...

Respirando fundo, Katheryn Lovato se aproximou da porta e a destrancou, abrindo-a lentamente com o livro empunhado nas mãos.

Joseph estava à sua frente, vestindo suas roupas típicas de motoqueiro, com uma bandana preta em volta do seu pescoço para protegê-lo da neve e do frio. Ele olhou para Katheryn e logo viu o livro que estava empunhado nas mãos dela.

Joe – Er… Me desculpem por incomodar vocês, eu só queria devolver isso... – ele mostrou o livro “The Motorcycle Diaries” de Ernesto “Che” Guevara que estava trazendo – Acabei de ler hoje e achei incrível.

Katy – Er... Ooi Joe, você pode entrar, tá muito frio aí fora e você pode ficar doente com essa friagem! – ela disse, claramente envergonhada por ter quase dado uma “livrada” na cabeça do garoto

Joe – Eu espero não estar atrapalhando nada... – ele entrou, ainda olhando com certo medo para o livro que estava nas mãos de Katy

Katy – Não, que isso... Eu só tava ajudando a Demi com a lição de... – Demetria observou enquanto sua tia olhava, disfarçadamente, para o título do livro que estava em suas mãos – Como diferenciar as espécies de piranha, isso, éer... Lição de biologia!

Joe – Humm, diferente... Acho que a escola mudou um pouco desde a última vez que frequentei uma...

Demi deu uma pequena risada, virando-se para o lado para que Joe não percebesse. Nunca tinha feito uma lição sobre piranhas. Nem achava que iria fazer um dia. Aliás, já bastam as piranhas do colégio, pra que vou querer saber de mais? A garota riu com seus pensamentos e deu uma pequena olhada para Joe, que parecia estar se divertindo.

Katy – Er, acho que sim... – ainda tentando disfarçar – Bem, falando em escola, acho que já te falei que seria muito bom se você estudasse, né?

Joe – sorri – Sim, eu lembro… E se eu te dissesse que preenchi minha matrícula para entrar no Winter Mill High hoje de manhã?

Katy – Sério? Nossa, isso é maravilhoso!

Demi – Quer dizer que você vai estudar lá? – ela disse, com um tom de surpresa em sua voz

Joe olhou para ela, e seus olhos pareciam esboçar um sorriso – assim como os lábios do garoto, que já estavam curvados novamente no sorriso que derretia Demi. Ela sentiu seu coração palpitar quando o olhou por um instante.

Joe – Bem, sua tia disse que seria bom se eu voltasse a estudar, então... Já começo semana que vem.

Demi – Wow, isso é… Isso é muito bom! – A mente de Demetria estava girando. Eles estudariam juntos. Ela o veria todos os dias. E talvez se encontrariam em algumas aulas. Não era o suficiente para deixá-la ainda mais confusa?

Katy – Porque você não fica pro jantar, Joe? – sugeriu Katy, cortando os pensamentos de Demi com suas palavras – Eu estava prestes a servir a comida, não quer se juntar a nós? Eu fiz lasanha e se você quiser, também preparei uma salada deliciosa!

Joseph pareceu pouco surpreso com o convite, mas certamente estava tentado a dizer sim. Ele olhou para Demi, como se quisesse ter certeza de que estava tudo bem com ela antes de aceitar.

Demi – Oh, você precisa ficar! – ela disse, tentando ignorar a coloração que suas bochechas estavam ficando por um instante – A lasanha da tia Katy é a melhor!

Joe – sorri – Então já que é assim... Eu fico para o jantar.

#

Jantar com Joe foi muito mais tranquilo do que Demetria imaginava. Ele estava ansioso para ajudar Katy a preparar a comida, e Demi se perguntou quanto tempo fazia desde que ele tinha comido comida caseira ao invés de algo vendido nas estradas.

Joe – Então... – ele começou, assim que todos já estavam sentados e comendo – Eu vi vários cartazes espalhados pela cidade sobre a competição de música que vai ter no colégio... E parece que vai ser bem legal.

Demi – Pois é, eu tô muito ansiosa pra sexta-feira… E sei que ainda não te contei isso tia, mas eu... – ela parou

Katy – Você...?

Demetria travou. Não estavam ali apenas ela e sua tia. Joe estava junto, e o fato dele estar ali deveria ter deixado ela envergonhada de falar algo tão pessoal. Deveria. Era estranho, mas ela podia jurar que não sentia medo nenhum de confiar a ele um segredo que apenas Selena e Katy sabiam.

Demi – Eu resolvi me inscrever na competição...

Katy – Sério? Ah meu Deus, isso é incrível! Eu sabia que você não ia deixar essa oportunidade passar, sabia!

Joe – Então quer dizer que além de escrever, você canta?

Demi – Como você...?

Joe – Sua tia me disse a última vez que vim aqui.

Demi – Aah... Bem, digamos que é algo que eu gosto de fazer, mas eu nunca tive coragem pra me apresentar em público... Mas agora parece que eu vou ter que tomar coragem, né? – e dá um sorriso fraco.

Demi ainda não tinha se acostumado com o fato de ter que se apresentar para o colégio inteiro. Às vezes ela pensava que era loucura, mas sabia que se arrependeria depois se não tentasse. Foi sua escolha Demetria, pare de agir feito um bebê, ela repetia pra si mesma.

Katy – Ah, relaxa querida! Eu tenho certeza que você vai subir naquele palco e arrasar, e todo o povo daquela escola vai concordar comigo! – e sorri para ela

Joe – Agora que sou estudante de lá, será que posso ter motivos pra dizer que concordo com sua tia?

Demi – Não, você não tá querendo que eu cante, né...?

Joe – Bem, acho que isso é exatamente o que eu quero...

Katy – Vai Demi, mostra pro Joe!

Demi – Mas...

Katy – Não precisa ter vergonha Demi, a competição é daqui a dois dias!

Demi – Ok... “Everytime I try to fly I fall, without my wings I feel so small, I guess I need you baby…” Olha, não ficou muito bom porque eu tô comendo e…

Joe – Não, que isso, foi muito bom, muito bom mesmo! Você tem talento Demi, não precisa ficar escondendo isso de todo mundo!

Demi – É que eu tenho tanto medo do que as pessoas vão pensar e...

Joe – Esquece, eu tenho certeza que todos vão adorar você...

Demetria não sabia o que tinha acontecido, mas algo no modo de falar e olhar de Joseph a deixou confiante.

Katy – E como eu sempre digo, esquece o que os outros vão achar de você! Qualquer coisa, manda um foda-se bem grande pra todo mundo e dane-se!

Demi – Aai tia, você é a melhor!

Joe – E por acaso você já tem algum concorrente forte?

Demi – Ah, tem uns amigos meus que são muito bons, mas não quero competir com eles... Só quero me divertir, sabe? Não é sempre que acontece algo desse tipo aqui em Winter Mill. Aqui sempre foi uma cidade muito tranquila...

Katy – É, mas agora as coisas estão muito estranhas por aqui. Primeiro veio essa neve fora de hora, depois aquele coitado morreu lá na floresta, e agora ninguém sabe o que aconteceu com o Nick...

Demi abaixou a cabeça ao se lembrar de seu amigo. Joseph olhou para as duas e franziu o cenho. Aquele nome não lhe era estranho, mas ele não fazia a mínima de onde tinha ouvido.

Joe – Quem é Nick?

Demi – suspira – Um amigo nosso... Ele trabalha comigo na redação do jornal da escola e... Está desaparecido. Ele não chegou em casa ontem e agora ninguém sabe onde ele tá...

Joseph fez uma pausa, o garfo que ia em direção à sua boca permaneceu no prato.

Joe – Por acaso alguém sabe quando ele foi visto pela última vez?

Demi – balança a cabeça – Infelizmente, não, ainda não temos nenhuma pista... Ele pode ter se perdido na floresta, mas é meio difícil porque ele mora por lá e já conhece aquela floresta tão bem quanto eu! É muito estranho...

Joe ficou quieto por mais um momento, pensando. Então ele sorriu.

Joe – Tenho certeza que seu amigo está bem. Se você quiser, eu posso dar uma olhada na floresta, já que agora conheço aquele lugar perfeitamente...

Demi – sorri – Obrigada Joe... Sabe, parece que a polícia não fez nada até agora, nem sequer buscou por pistas no colégio! Ultimamente tá tudo muito estranho por aqui...

Joseph sorriu. Ele sorriu muito esta noite, Demi pensou. E ela gostava disso – seu rosto parecia mais suave quando ele sorria. Demi percebeu que estava pensando nele novamente e corou, olhando para seu prato quase vazio para tentar disfarçar.

Joe – Eu gosto daqui... No começo achei que não ia gostar, mas é um lugar calmo, tranquilo... As pessoas são simpáticas, se preocupam umas com as outras. E tudo aqui é muito... Lindo.

Quando ele disse a palavra “lindo”, Joe olhou diretamente para Demi, que ficou sem reação. Será que foi uma indireta pra mim? Ela sentiu o rosto queimar mais ainda, mas dessa vez não teve coragem de desviar o olhar.

Katheryn limpou a garganta e começou a recolher os pratos. Joe corou por um instante, quebrando o contato visual com Demi e logo em seguida se levantando para ajudar.

Joe – Quero dizer, a cidade... – acrescentou ele, com certo nervosismo em sua voz – A cidade é muito linda, assim como a floresta...

Demi – Pois é, adoro esse lugar... – ela concordou, um pouco rápido demais – Você devia ver como a floresta fica no verão, as flores começam a brotar que nem na primavera e é maravilhoso!

Katy – Bem, já que eu preparei o jantar, vocês podem lavar os pratos? É que hoje o dia aqui na loja foi movimentado, tudo o que preciso é descansar um pouco e terminar de ler meu livro... Tudo bem deixar vocês aqui a sós?

Demi – Pode ir tia, estamos bem.

Antes de subir as escadas em direção ao quarto, Katheryn lançou um sorriso malicioso para Demi. O mesmo que ela fazia quando se tratava de garotos. Como se dissesse “Agora vocês podem fazer o que quiserem”. Demi ficou muito envergonhada quando olhou pro lado e viu que Joseph tinha entendido o que sua tia estava querendo dizer. Sorriso maldito!

Ela esperou escutar os passos de sua tia subindo as escadas para arriscar falar com Joe novamente.

Demi – Me desculpa pela minha tia, é que às vezes ela esquece que tem 28 anos e age como se tivesse 16...

Joe – Que isso Demi, ela é jovem... E ela é incrível, gosto muito dela...

Demi – Eu também, não sei o que faria sem ela...

Houve um momento de silêncio e instantes depois, Demi percebeu que estavam se olhando novamente. Ela desviou o olhar, movendo-se para pegar um prato que estava esperando para ser lavado.

Demi – Então... – ela começou, tentando encontrar um assunto que não constrangesse ninguém – Você é um motoqueiro. Como isso aconteceu?

Joseph abriu a torneira e se inclinou sobre a pia.

Joe – Bem, meu pai sempre foi um... Ele sempre gostou de ter essa sensação de liberdade e de conhecer lugares novos, então acho que puxei isso dele...

Demi – E sua mãe?

Joe – Ela morreu quando eu era pequeno, tão pequeno que nem consigo me lembrar dela... Eu até morei com uma tia por um tempo, mas não deu muito certo... Ela era muito amorosa, mas eu não me sentia bem, achava que estava atrapalhando a vida dela estando lá, sabe? Ela já tinha dois filhos pra criar, e eu só ia dar mais trabalho...

Demi – Você fugiu?

Joe – Não cheguei a fugir, mas conversei com ela e decidi que ia seguir meu pai pelas estradas. Ela concordou, mas disse que se eu precisasse de qualquer coisa estaria lá. E foi assim que passei a ser um motoqueiro. Eu era bem jovem, por isso já conheci muitos lugares diferentes, conheci várias histórias de vida... Viver nas estradas me ensinou muito. Acho que até mais do que se eu tivesse continuado na escola.

Demi – Você não gostava da escola? – ela perguntou, pegando um pano de prato para secar o copo que tinha acabado de lavar

Joe – Não era isso, mas é que eu nunca me adaptei com a mesma rotina, sabe? Acho que sou melhor com minhas mãos do que minha cabeça... – e sorri novamente

Demi olhou para as mãos do garoto. Elas eram grandes e bronzeadas como se já tivessem trabalhado muito. Uma lembrança repentina brilhou em sua mente. A lembrança de como aqueles dedos correram seu rosto antes do beijo que trocaram...

Joe – Hey, - ele disse em uma voz baixa e suave – Algum problema? – ela estava tão avoada que não percebeu que tinha ficado parada, olhando para as mãos dele feito uma boba

Demetria olhou para cima. Ele estava muito perto, olhando para ela com aqueles olhos castanhos que sempre faziam seu coração querer saltar de seu peito. Na tentativa de disfarçar a cor que estavam ficando suas bochechas, ela pegou o primeiro talher que viu em sua frente, e começou a secá-lo com movimentos rápidos.

Demi – Oh, não é nada e... Aai!

Joseph largou a tigela que estava lavando e pegou a mão de Demi enquanto uma lágrima de sangue começou a escorrer da palma da mão da garota. O que ela tinha pegado era uma faca.

Demi – Merda! – ela praguejou para si mesma – Eu sou muito desastrada mesmo!

Joe – Para com isso Demi, você não é desastrada... – ele contestou, e suas duas mãos molhadas já estavam segurando a mão ferida de Demi – Você só estava secando as coisas e... – ele parou de falar, e quando ela o olhou, viu que seus olhos estavam sorrindo – Ok, talvez só um pouquinho!

Ela riu, e Joe se perdeu naquele sorriso, naquela gargalhada gostosa. Decidido a não se envolver mais, ele abriu a torneira para limpar o ferimento. Ele a puxou para mais perto e Demi viu seu corpo pressionado contra o dele. Ela podia sentir suas pernas coladas nas do garoto, o que a fez sentir arrepios. Joseph fechou a torneira e secou a mão de Demi antes de pegar a bandana que estava em seu pescoço e enrolá-la na mão machucada para cobrir a ferida.

Joe – Aqui está... – ele disse suavemente, quase como em um sussurro – Novinha em folha.

Demi – Obrigada… - ela sussurrou.

Demi não queria se mover, e enquanto eles estavam lá, frente a frente, ele deslizou uma mão suavemente até chegar à sua cintura. Ela olhou para o rosto de Joe, que estava a poucos centímetros de distância. Aquela proximidade já estava a deixando sem ar. Joe olhou para Demi e começou a massagear as costas dela com seu polegar. Por um segundo ele pareceu hesitar, mas então algo brilhou em seus olhos escuros. Ele se inclinou, aproximando se pouco a pouco dela enquanto suas respirações se misturavam. Logo seus lábios se tocaram em um gesto suave. Um beijo calmo e profundo, que traduzia muito mais do que os dois pensavam naquele momento. Tinha algo ali, eles sabiam disso. E enquanto se conheciam aos poucos, o beijo foi ficando cada vez mais intenso. Eles não queriam parar, poderiam ficar ali a noite inteira se possível. Mas o ar foi se esgotando, e eles se viram obrigados a parar o beijo com selinhos. Antes que pudessem ter qualquer tipo de reação, escutaram uma voz.

Katy – Eei vocês dois! – a voz de Katheryn soava do pé da escada, alta o suficiente para que eles se afastassem – Se vocês quiserem sobremesa, tem sorvete no congelador!

Demi olhou para Joe, mas ele evitou olhar para ela, virando-se logo em seguida. Ele estava respirando forte, e seus ombros se encolheram enquanto se inclinava contra a pia para continuar o que estava fazendo.

Demi precisou de um segundo para encontrar sua voz depois do que tinha acontecido.

Demi – Er... Valeu tia! – falando o mais alto que conseguiu

Um clima desconfortável pairou entre eles. O silêncio era total. Instantes depois, Joe estendeu a mão e pegou outro prato, mas não olhou para ela novamente. Demi manteve sua distância, ainda com sua mente girando. Eles tinham se beijado novamente. E dessa vez, foi algo mais intenso. Ela não sabia o que fazer, o que pensar. Só lembrava da sensação de ter os lábios de Joseph nos seus.

Depois daquilo, eles não comeram sobremesa.


---------------------------------------------------------
Divulgando!
Dreams Believe
Histórias da Pietra
Reviver Stories

Hey minhas lindas u.u
Acho que vocês não aguentam mais ouvir minhas desculpas, e acho que nem tenho o que falar, sério, que vergonha de estar demorando pra postar =x
Mas eu queria agradecer ao apoio que vocês me deram no último post, muito obrigada, é muito bom saber que tenho vários anjinhos aqui quando eu precisar *--*
Enfim, o que vai acontecer? Será que o Joe vai continuar dando gelo na Demi todas vez que eles se pegarem? kkk' E em relação aos outros fatos...? Espero que tenham gostado do capítulo haha', a música que a Demi "cantou" é Everytime da Britney Spears, muito fofa *-*
Devo dizer que sinto falta de alguns anônimos? Mari, Verônica... Espero ver vocês aqui de novo algum dia, ook? Sigam o exemplo da Feeh haha'
Bem, hoje não tenho muito assunto haha' mas parece que estou tendo ideias para uma nova fic, fora a que já estou escrevendo e vai ser sucessora de One Life, One Choice... u.u
Só queria uma opinião! No finalzinho de novembro vai ter tipo um show de talentos no colégio, e tipo, eu não sei se participo! Minhas amigas querem muito que eu vá, mas eu tenho vergonha... Mas sei que se eu não for, vou me arrepender depois... O que vocês acham?
E é isso! Agradeço pelos selinhos de todas *---* Respostas dos comentários here u.u
Kisses, my shadowhunters <3

20 comentários:

  1. perfeito!*-*
    posta logo!
    beijoks
    obrigada por divulgar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heeey, obrigada *--*
      Poostei, I hope u like it =p
      Que isso, obrigada você por estar aqui u.u
      Beeijos

      Excluir
  2. Selinho amore :)
    http://minifics-jemi.blogspot.com.br/p/agora-o-selinho.html
    Tá lindo posta logo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obaa, selinho!
      Obrigaada ^^
      ´Posteei, I hope u like it *-*

      Excluir
  3. Eu sabia que era ele, sou uma vidente muito foda u_u
    Ô Joe, fica "acanhado" não, agarra ela de novo, tenho certeza que ela não vai se importar (parei :x)
    Ai, ai. Nick... ele vai aparecer né?
    Continua logo! ~Chu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uhashaahsauh'
      Lá vem A convencida! sauhahusauah'
      kkkkk' é nessas horas que dá vontade de entrar ali e empurrar esses dois!
      Safada? Não, magina... kkk'
      Bem, sobre o Nick ainda não vou falar nada... É segredo fdjsdjshdhfd'
      Poostei, I hope u like it <3
      Beijos honey :3

      Excluir
  4. " E depois daquilo, eles não comeram sobremesa" ahusahushasuh morri!
    Esse beijo até eu senti! PORRA (perdoe-me o palavreado), esses dooooooissss... Tsc tsc u.u
    O nick vai aparecer né? Se não aparecer, eu entro ai e procuro ele u.u rum!
    Posta logo! POR FAVOOOOOOOOOR <3333333333

    Verônica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hooy hoy!
      Sdds de ti here u.u
      kkkk' então bora ir lá comer a sobremesa?
      Aaain, ain, cadê um boy pra me tirar o fôlego assim? ahussauasua'
      Huum, então vamos ajudar nas buscas? Por enquanto não posso falar nada kkkk'
      Pooostei, desculpe pela demora =p
      Beeijos honey :3

      Excluir
  5. Um dia você vai sofrer muito por me matar de curiosidade assim ! Juro que vai ! Posta logo pleassssse

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uui, ameaçou agora kkk'
      Poostei!
      Heey, what's your name? Gosto de saber com quem estou falando u.u
      Beeijos <3

      Excluir
  6. oi, oi ~ lê leitora nova na área ~ vou começar a ler one life one choice agora pqe me indicaram lá no blog e eu sou jemi então sei q vou amar.

    sdv de volta meu blog? é importante http://stories-with-bieber.blogspot.com/

    continua logo pfvr

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heey hey!
      Seja muito-bem vinda, espero que goste do blog haha'
      Séerio? Gooosh, aí aumenta a pressão kkk'
      Sigo sim, já já dou uma passadinha por lá u.u
      Poostei, desculpa pela demora =x
      Beeijos honey :3

      Excluir
  7. Estou atrasada, mas isso não importa.
    Por**, eu disse que era o Joe que ia entrar nessa bagaça.
    Put'z, estou a cada dia mais curiosa..
    Onw't, sou fofa U.U
    O comentário vai ser curto pois estou com pressa.
    Acho que você deveria participar, sei lá
    Ele é bipolar na boa, pega a mina e depois fica ssim
    Continua flor
    Besos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk' não mesmo!
      husashauas' povo vidente aqui, hein?
      Aai ai, curiosidade que mata o povo aqui...
      Uui fofa! jshdjshdsjh'
      Aaah, rlx, também sou assim na maioria das vezes haha'
      Ooh Gosh, isso é que tô pensando... Mas slá, acho que vou participar sim, preciso perder esse "medo" que nem a Demi fez na fic hahaha'
      rsrsrssr' exatamente! Muito doidão, eu hein =p
      Poostei, espero que goste <3
      Beeijos honey :3

      Excluir
  8. Selinho: http://a-dor-da-liberdade.blogspot.com.br/2013/10/09-sorte.html

    o/

    ResponderExcluir
  9. Demorei mas apareci!
    PORRA, ELES SE PEGARAM DE NOVO!
    Affz, porque o Joe tem sempre que agir assim? Ele devia parar com isso e comer a garota, isso sim!
    Okk, não sou safada! Talvez um pouco!
    POSTA LOGO, SENÃO TE DEIXO CARECA kkkkkk'
    Bjs, by: Feeh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aah, e eu tenho uma pergunta!
      Eu tô pensando em fazer um blog pra escrever minhas fics, e como eu não sou muito boa pra mexer com blogs, você me ajuda? Ook, sei que tô enchendo o saco, mas não faço a mínima ideia de como fazer um layout =p
      Agora fui mesmo!

      Excluir
    2. Olha só, apareceu quem faltava pra animar essa joça ahsuashuas'
      kkkk' safada? Nãao, magina, talvez só um pouquinho! kkk'
      Bem, tenho uma notícia boa pra você... Já estou planejando um Hot para essa fic *-*
      Agora já te imagino toda doidinha aí uahsuhasuhs'
      Beijos gata :3

      Excluir
    3. Como eu sou burra, esqueci de te responder haha'
      Ajuda? Claro que dou, com maior prazer *-*
      Só não garanto muito rápido o lay porque até hoje tô enrolada com um da Avril ahususaaush'
      Mas qualquer coisa, é só falar u.u

      Excluir